Reafirmando a intenção de renovação do movimento nativista, a Administração Municipal lançou nesta quarta-feira (17), em Coletiva de Imprensa, o 2º Coxilha Vai à Escola. Na oportunidade foram apresentadas as novidades deste ano.

O projeto, que acontecerá entre 29 de abril e 16 de julho, visa levar às escolas e comunidade escolar a história da Coxilha Nativista, sua contribuição social e cultural e incentivar o surgimento de novos talentos. As inscrições ficarão abertas até o dia 26 de abril, na própria instituição de ensino do aluno. Realizado pelas Secretarias de Cultura e Turismo e de Educação, tem como parceiros a 9ª Coordenadoria Regional de Educação e os CTG's de Cruz Alta.

Nesta edição, além da rede municipal de ensino, o Coxilha Vai à Escola abrangerá também escolas estaduais e particulares. Outra novidade é que ampliará de três para quatro núcleos, contemplando 37 escolas no total. "Neste momento nós estamos fazendo essa extensão do projeto para toda a comunidade escolar de Cruz Alta. O esforço que temos feito enquanto governo vai de encontro com a compreensão de que a educação se faz nessa totalidade e a Coxilha representa a arte presente na escola", afirma a secretária de Educação, Elizabeth Dorneles.

"Nós enquanto gestores temos a obrigação de proporcionar que a comunidade cruz-altense se sinta, não só conhecedora do valor do festival, mas principalmente protagonista das coisas que acontecem na nossa cidade", disse Laura Durigon Ajala, secretária de Cultura e Turismo.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

Desenvolvido por Bárbara Lazzari